Projeto Cultivando Vida Sustentável é assinado entre o CAT e a Idh

O programa Cultivando Vida Sustentável, de apoio ao pacto do PCI – Produzir, Conservar e Incluir foi assinado no dia 04 março, no Parque Aragão na Área Verde Central de Sorriso, entre a IDH – Iniciativa para o Comércio Sustentável e o CAT – Clube Amigos da Terra de Sorriso. Esse importante momento contou com a presença de autoridades do Poder Executivo, Legislativo e de outras instituições, como Sebrae, IFMT, APOS, Vitamel, Associação Produtiva Mulheres do Assentamento Jonas Pinheiro.

O programa prevê o investimento, até o final de 2021, de 680 mil euros, (recursos da Idh) que irão contemplar exclusivamente as ações de assistência técnica e consultoria, que podem alavancar até 1,1 mi de euros com a contrapartida da iniciativa privada (CAT e produtores), com a realização de atividades que visam valorizar a produção responsável de soja, promover a restauração de áreas degradadas e oferecer assistência técnica para pequenos produtores da Agricultura Familiar.

Localizado na região do Médio Norte Mato-grossense, o município de Sorriso é destaque nacional na produção de grãos, especialmente soja e milho, respondendo por 3% do total nacional, com mais de 5,6 milhões de toneladas desses grãos. Do total de seu território, de 900 mil hectares (ha), 607 mil ha estão destinados à produção agrícola e 285 mil ha são de vegetação nativa conservada. Há também o componente de regularização ambiental, 334 ha de APP (Áreas de Preservação Permanente) a serem regeneradas e o componente de regularização fundiária, como fator chave para inclusão dos pequenos produtores de assentamentos no sistema econômico.

A Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH) é uma instituição sem fins lucrativos de origem holandesa e já está em Mato Grosso há 10 anos incentivando a agricultura sustentável.  É uma iniciativa multilateral que visa uma maior sustentabilidade das cadeias de valor internacionais. O foco é sobre as questões ambientais e de trabalho nos países em desenvolvimento. Como explica a diretora da IDH Brasil, Daniela Mariuzzo.  “Estamos aqui no Mato Grosso praticamente há mais de 10 anos fomentando a agricultura sustentável, através de pequenos e de grandes projetos como esse para apoiar o produtor a ser mais produtivo em diversos tipos de culturas. Desde 2016 nós estamos aqui no Estado do Mato Grosso com o programa ‘Produzir, Conservar e Incluir ou PCI’, que tem metas até 2030, com o objetivo de apoiar todo o processo produtivo e desenvolvimento sustentável do Estado. Em Sorriso nós conseguimos construir um pacto PCI com todos os setores envolvidos, são produtores, as empresas, o pessoal dos assentamentos e o próprio Poder Público, com metas para Sorriso de 5 anos e hoje o que está acontecendo é justamente o primeiro investimento de recursos de 680.000 euros para a gente alavancar todo o processo de assistência técnica necessária para que essas metas sejam atendidas”.

Sorriso possui um ambiente favorável, apoiado pelo Pacto PCI (Produzir, Conservar e Incluir) local, uma regionalização da estratégia PCI estadual, lançada em 2015 pelo governo de Mato Grosso, com metas para os três eixos de atuação.  “A estratégia PCI foi lançada lá atrás com essa visão de longo prazo para o estado de Mato Grosso de ter uma agricultura melhorada, todo mundo regularizado, a agricultura familiar fortalecida. Isso também depende de ações públicas, ações da iniciativa privada e de investimentos pra acontecer. E é isso que a gente está tentando replicar um pouco e Sorriso é um exemplo disso. Então se constrói esta visão com todo mundo que participa e ajuda a trazer essas parcerias. Esse projeto é um desses apoios que vem pra fazer a coisa acontecer e a gente espera que tenham outras parcerias ou investimentos chegando não só em sorriso, mas no estado todo também”, afirmou Fernando Sampaio, diretor da estratégia PCI.

O Programa Cultivando Vida Sustentável tem um potencial para atingir 150 mil ha de produção de soja responsável, resultando em cerca de 540 mil toneladas anuais do grão sob diretrizes da RTRS. As atividades do programa serão desenvolvidas pelo CAT Sorriso, organização formada por produtores de soja seguindo os princípios das boas práticas no campo e a certificação RTRS. “Como o CAT já havia feito um trabalho com a Idh, procuraram novamente a gente pra estar fazendo esse trabalho, sendo que nós hoje temos as fazendas certificadas e engajando nisso fazer um trabalho também com a agricultura familiar”, afirmou Dudy Paiva presidente do CAT.

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin disse que esse projeto vem em boa hora para alavancar a produção no município para atender o mercado exterior.

O ato hoje de assinatura do CAT com o IDH é fazer com que nós possamos certificar algumas propriedades para principalmente a questão da venda dos nossos produtos no que diz respeito à mercados externos internacionais como a Europa está muito de olho em nossos produtos, mas obviamente eles querem ter a certeza da origem de como tudo que chega para eles é produzido, inclusive a questão de origem animal também. O respeito para com seres humanos que trabalham nas fazendas, a organização de cada propriedade, principalmente a preservação ambiental eu não tenho dúvidas nenhuma que aqui para nós chega em boa hora porque as propriedades principalmente no município de Sorriso, eu vou falar da nossa cidade, são referências a nível mundial todos aqueles que vem conhecer de outros países ficam encantados com o que veem. Então a Dudy está de parabéns pelo Clube Amigos da Terra, seu Darcy Ferrari que iniciou esse trabalho. Hoje é um passo importantíssimo para o município Sorriso no que diz respeito a levar os nossos produtos aos mercados externos. Já estamos alimentando o mundo através da soja, mas precisamos pensar na carne. Eu vejo com bons olhos não mandar a soja e o milho in natura, vamos mandar a carne, agregar valor, gerar emprego e valorizar a nossa população”.

O consultor Jair Kotz estará assessorando o CAT na execução do projeto. Ele disse que um projeto semelhante foi desenvolvido no Paraná envolvendo a questão da sustentabilidade territorial e principalmente a Agricultura Familiar. E a mesma metodologia dessa experiência será implantada em Sorriso. “Lá nós implantamos a metodologia de preservação, conservação, organização, gestão, produção, certificação, comercialização, dos planos de negócios e da assistência técnica. A gente está trazendo essa experiência para ser aplicada aos pequenos produtores que serão beneficiados pelo projeto”.

Também estará prestando assessoria ao CAT nesse projeto, o consultor ambiental Décio Siebert: “É um projeto que vai trazer benefícios tanto para os grandes produtores certificados, como também aos pequenos, a recuperação de áreas degradadas que Sorriso é uma referência, já que no município todo a quantidade de áreas que se tem para recuperar é muito pequena, se considerarmos a extensão do município e a quantidade de áreas em que se produz. E também a agricultura familiar que tem vários programas em andamento e agora esse projeto vai buscar organizar esses produtores de uma forma que eles consigam, pelo trabalho que já vem desenvolvendo, pelo apoio que tem recebido do poder público municipal, viabilizarem totalmente as suas atividades. E além desse aspecto, a questão do trabalho em comunidade, do trabalho através do associativismo, que é um dos objetivos desse projeto”, disse Décio Siebert.

E conclamou outras instituições interessadas em participar “O projeto iniciou com um comitê provisório, mas é importante a participação de toda sociedade. Nós queremos conclamar todas as empresas, instituições que ainda não estejam participando, sejam associações, sejam instituições de ensino, de pesquisa, empresas que tenham atuação no agronegócio, ou com pequenos agricultores. É importante a participação o todos porque os benefícios serão para toda comunidade”.

Mais informações sobre o projeto Cultivando Vida Sustentável pelo telefone (66) 3544-3379 ou direto no CAT – Clube amigos da Terra fica na Av. marginal esquerda, 1415 em sala anexa ao Sindicato Rural de Sorriso.

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: