Participantes de curso promovido pelo CAT conhecem os benefícios do reuso da água para o desenvolvimento sustentável

A presidente do CAT Sorriso, Dudy Paiva falou sobre a importância de promover cursos como o de ‘Produção e Reuso da Água’ realizado nos dias 09 e 10 de julho, no Auditório do Sindicato Rural e na escola Matilde Zanatta no Assentamento Jonas Pinheiro, promovido pelo CAT em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Sindicato Rural e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. “Nós estamos muito contentes porque o curso trouxe muitas novidades. A gente sabe muito pouco sobre a água e estamos felizes porque as pessoas se interessaram em participar e vão disseminar esse conhecimento obtido aqui, repassando para outras pessoas. Essa preocupação, essa consciência de cuidar da água deve ser de todos, desde a dona-de-casa, o produtor rural, industriais, governantes, porque a gente pensa que a água é só pra gente beber  e lavar a casa. Muitos pensam assim: A água vem da chuva. E não é bem por aí. O Décio explicou tudo como funciona se a gente ficar sem água não vai sobreviver. E precisamos cuidar muito bem das nascentes, cuidar da terra, da água da chuva e fazer o reuso da água”.

Dudy chamou a atenção para evitar o desperdício e cuidar para que a água não falte. “Há muito desperdício de água, muita poluição, o lixo jogado nos rios também contamina a água. Eu acho que o interessante também o reuso da água, principalmente em sítios e fazendas para estar cuidando melhor da água que a gente tem, para não faltar lá na frente. Em sorriso as pessoas já reclamam que nas suas casas não está chegando água, então ela já está fazendo falta”.

O empresário Marco Antônio Wenzel foi um dos participantes do curso e ressaltou a importância de se tratar desta temática. “Eu vejo que a água é fundamental, com o professor passou, cerca de 70% da nossa composição é água. E eu vejo muito descaso hoje com a água, eu mesmo faço muito descaso com a água. Eu vim aqui em busca saber maneiras para que eu possa melhorar o reuso dela. Estou conhecendo alguns números em nível de Brasil, de Estado, de mundo sobre a falta de água que já tá acontecendo, de mananciais onde está faltando água. Quais são as consequências, e  isso está fazendo aumentar mais a minha preocupação com essa possibilidade de utilizá-la bem“.

A família de Wenzel possui uma pequena propriedade de lazer, onde tem uma plantação isotrópica e orgânica. Ele buscou o curso pra encontrar maneiras de melhorar melhorar a utilização da água dentro da propriedade. “Temos na propriedade uma obra que faz a captação de água da chuva e vamosi tratar todo o esgoto da casa, que é uma casa bioconstruída com barro, vamos tratar a água cinza, que são as águas da casa (exceto água da descarga) e também água negra utilizando uma tecnologia, que já é empregada em alguns países, mas aqui no Brasil ainda é pouco difundida. E após o tratamento, vamos reutilizar essas águas.  Hoje já fazemos na nossa empresa a captação da água da chuva. Ainda é um volume pequeno perto da possibilidade que temos, mas já é uma ajuda para você não estar retirando a água tratada, que tem um custo de tratamento, que gasta energia para tratar e acabamos usando  essa água com fins menos nobres como lavar um carro, lavar a calçada. Em casa nós estamos usando a água da máquina de lavar roupa para jogar no gramado, que já é uma forma de estar reusando”.

O tecnólogo em produção de grãos, Gilberto Keres falou da importância em participar desse curso “Nós vemos esse momento que se fala bastante em uso consciente no meio ambiente e aqui estamos tendo oportunidade de estar aprendendo um pouco mais sobre o uso consciente desse recurso que a água, que se nós não usarmos de maneira correta a resposta é que teremos problemas futuramente. Alguns locais já tem problemas de falta de água na atualidade e eu acredito que é de suma importância então que a gente possa estar mais sensível a usar esse recurso de maneira mais correta sem ter desperdício“.

Ele disse como pretende levar esses conhecimentos para a área de atuação. “Como é uma área de atuação agrícola que envolve diretamente esse recurso, então é muito importante a conscientização a sensibilização de não desmatamento das áreas que são e que deveriam ser preservadas a nascentes, as margens de rios. Então a gente tem que tentar conscientizar da melhor maneira possível não só o produtor, mas também toda a sociedade que de certa forma é prejudicada por esse mau uso desse recurso”.

O CAT Sorriso agradece a todos os parceiros na realização do curso de Produção e Reuso da Água, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, o Sindicato Rural, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, a direção da Escola Matilde Zanatta, do Assentamento Jonas Pinheiro e ao Palestrante Décio Eloi Sibert.

Para saber mais sobre os projetos desenvolvidos pelo CAT Sorriso acesse o site:www.catsorriso.com.br. O CAT funciona em sala anexa ao Sindicato Rural de Sorriso, na Marginal Esquerda, 1415. Telefone: 3544 -3379.

Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: