Sorriso sedia pela primeira vez a Field Trip RTRS; integrantes de 11 países conhecem a produção sustentável local

Sorriso recebeu nos dias 09, 10 e 11 de fevereiro uma comitiva formada por 50 representantes de 10 países: Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Noruega, Suíça, Espanha, Argentina, Uruguai e de outras regiões do Brasil. O município de Sorriso pela primeira vez foi sede da Field Trip, uma realização do CAT – Clube Amigos da Terra de Sorriso e da RTRS – Round Table on Responsible Soy, ou Associação Internacional de Soja Responsável, que é uma Organização da Sociedade Civil que promove a produção, processamento e comercialização responsável da soja em nível global.

A Field Trip é promovida uma vez por ano. A última teve como sede a Argentina e esta foi a primeira vez no Brasil. Cid Sanches, consultor da RTRS no Brasil falou sobre esse importante momento: “Foi um momento único onde pessoas de todo o mundo puderam ver a soja sendo colhida, o milho sendo plantado, todas as boas práticas agrícolas nas fazendas, o respeito ao meio ambiente e aos trabalhadores, enfim, tudo que é implementado com a certificação RTRS no campo”.

A visita da comitiva teve como objetivo conhecer de perto propriedades que são certificadas pela RTRS, bem como acompanhar os resultados positivos da certificação no campo e junto à cadeia produtiva da soja e do milho. Atualmente Sorriso conta com 28 propriedades certificadas pela RTRS, com um total de 115 mil hectares de soja certificada. E a meta é a ampliação destes números a longo prazo, num trabalho que conta com o apoio do IDH e da estratégia PCI – Produzir, Conservar e Incluir.

A presidente do CAT, Dudy Paiva falou sobre a oportunidade de receber representantes de instituições de todo o mundo, e poder mostrar que os produtores tem responsabilidade na produção de alimentos. “Para eles está sendo muito bom conhecer o trabalho do CAT e ver que o produtor realmente preserva. Estamos felizes porque eles vão levar para esses países o que acontece aqui em nosso município. Foi feita a explanação pelo prefeito e pela Embrapa. Fomos ao frigorífico, ao IFMT, ao assentamento onde tem projetos do CAT. São investidores e vieram para ver de perto a soja certificada. Nós temos créditos e queremos vender para a União Europeia e para o Carrefour que está aqui também. São pessoas de peso e estamos mostrando o que tem de bom em nosso município. Lá fora o Brasil é visto de forma equivocada.  A gente quer que eles tenham essa noção de que nós somos pessoas que cuidamos muito do meio ambiente, principalmente nós aqui no Mato Grosso na Amazônia. Não é a destruição que eles ouvem Estou muito feliz por isso, eles nunca tinha visto uma lavoura plantada em plantio direto, são muitas perguntas, ficaram encantados também com o frigorífico, levamos até compradores da Holanda que estiveram conhecendo melhor, estamos bem animados”.

O grupo se reuniu no Plenário da Câmara Municipal com representantes do Executivo e do Legislativo municipais, bem como demais autoridades, para partilhar informações sobre a RTRS, o CAT e o município. Um dos integrantes da comitiva é o representante do grupo Carrefour, que falou sobre a preocupação de levar ao consumidor produtos certificados e produzidos de forma responsável e sustentável.

No município, o grupo também visitou integrantes da cadeia produtiva, como abatedouros, unidades de pesquisa e projetos ligados à agricultura. Eles conheceram também as instalações do Frigorífico Nutribrás. Conforme salientou o médico veterinário Jonas Steffanello: “Para a Nutribrás foi muito bom estar participando desse momento. O País vive um momento muito bom da economia e esses visitantes são pessoas ligadas ao mercado consumidor, a redes de varejo, empresas ligadas ao ramo de alimentos, e que procuram nichos de mercado onde é preconizado a certificação de origem de produção desses alimentos. Foi muito válido participar, e ter o contato com essas grandes empresas. Fizemos a apresentação da Nutribrás e nosso trabalho e fizemos bons contatos”.

A comitiva conheceu ainda projetos no Assentamento Jonas Pinheiro no período da manhã, onde visitará plantações de hortaliças, frutas, ações ligadas à apicultura, piscicultura, e à cadeia da pecuária, como a produção de queijos. O prefeito Ari Lafin falou sobre a importância de receber o grupo de investidores de vários países “Pra Sorriso é um passo muito interessante no sentido de apresentar tudo que é desenvolvido aqui tanto nas grandes propriedades, quanto na agricultura familiar. O Clube Amigos da Terra está de parabéns, e tem o apoio da Prefeitura. Tenho certeza que é um passo muito importante no que diz respeito de realizar bons e grandes negócios com o mercado Europeu, com Chineses, Japoneses, esse estreitamento de laços com certeza vão trazer bons resultados comerciais. Com 34 anos, este é um município extremamente jovem e está preparado para alimentar o mundo de forma correta”.

A RTRS – Round Table on Responsible Soy é uma associação sem fins lucrativos global que promove a sustentabilidade na produção e consumo da soja em nível global. Com sede na Suíça, a Associação conta com 160 organizações membros, de diversos setores como indústria, produtores rurais e organizações não-governamentais que tem como objetivo identificar e certificar a produção sustentável de soja e milho nas propriedades rurais de todo o mundo.

O CAT – Clube Amigos da Terra que tem uma cadeira cativa na RTRS, que realiza conferências e assembleias. A próxima assembleia anual será realizada nos dias 24 e 25 de Junho, em Frankfurt, na Alemanha.

Para os produtores interessados em fazer a adesão ao programa de certificação RTRS basta ligar 3544-3377. O CAT Sorriso funciona em sala anexa ao Sindicato Rural de Sorriso na Marginal Esquerda, 1415. Ou acessar o site: www.catsorriso.com.br.

Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: