Plano estratégico do CAT é apresentado para vereadores durante sessão

O Clube Amigos da Terra, CAT Sorriso, teve a oportunidade de apresentar o plano estratégico “Sorriso Sustentável” para os vereadores durante a sessão ordinária desta segunda-feira (24/10).

De forma objetiva, a diretora de sustentabilidade, Cynthia Moleta Cominesi, mostrou o documento que reune os principais objetivos da associação para os próximos 4 anos.

A inteção é sensibilizar o poder legislativo para que apoie o CAT nos projetos que vão trazer resultados positivos não só para o meio ambiente. “Nossos projetos atingem muitos outros setores e refletem em benefícios para áreas sociais além de saúde, educação e meio ambiente. Mais um motivo para envolvermos toda a sociedade“, afirmou a diretora.

Entre as metas da plano estratégico estão:

  • Zerar o passivo ambiental de APPs degradadas do município
    de Sorriso – MT, até dezembro de 2020;
  • Aumentar a área de certificação de soja RTRS em mais 200.000 ha, até dezembro de 2018;
  • Aumentar, nos próximos dois anos, em pelo menos 4 vezes a produção diária de leite dos produtores rurais participantes do Projeto Balde Cheio;
  • Certificar, até dexembro de 2017, pelo menos 3 propriedades da agricultura familiar dentro da produção de hortifrutigranjeiros orgânicos;
  • No próximo ano, capacitar pelo menos 100 Produtores e/ou técnicos no sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta;
  • Até dezembro de 2017, implementar uma Vitrine de Integração Lavoura Pecuária para incentivar a recuperação de pastagens e a agricultura de baixo emissão de carbono na região.
  • Fornecer até dezembro de 2020, a cartilha de educação ambiental gratuitamente para as escolas municipais em contrapartida às visitas na Vitrine de Reposição Florestal de pelo menos 80% das crianças com idade de 7-10 anos.

Para isso, a proposta do CAT é incentivar a recuperação de APP, pastagens degradadas e desmatamento ilegal; capacitar e dar assistência técnica para a Agricultura Familiar; promover a Educação Ambiental e Cidadania; promover a valorização do profissional do agronegócio; conscientizar o trabalhador e empregador sobre a importância da segurança do trabalho e a capacitação profissional no meio rural brasileiro.

O preseidente da casa de leis, Fábio Gavasso, se comprometeu em sentar com os demais parlamentares para avaliar de que forma a Câmara poderá contribuir com o CAT. “Na próxima reunião iremos debater o plano estratégico do CAT e faremos o possível para estar com vocês nesse desafio“, afirmou o presidente.

Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: