Carta “8 de Março” entregue a autoridades cobra empoderamento da mulher e ações voltadas a preservação do Meio Ambiente

A Câmara Municipal de Vereadores abriu espaço ontem, segunda-feira (10.08) para que o Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso) realizasse a entrega da carta “8 de março” a representantes dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e entidades municipais ligadas a preservação do meio ambiente e os direitos da mulher.

O documento foi lido durante a sessão pela representante da Associação das Mulheres Produtivas da Poranga, Ana Catarina Tibaldi dos Reis. Antes disso, a coordenadora de projetos do CAT, Cynthia Moleta Cominesi fez uma breve apresentação das ações desenvolvidas pelo CAT que valorizam e incentivam a participação das mulheres dentro e fora das propriedades rurais.

Resultado de um trabalho desenvolvido pelo CAT junto as mulheres de Sorriso, a carta “8 de março” chama a atenção das autoridades locais para o empoderamento da mulher e a participação do sexo feminino nos assuntos relacionados a sustentabilidade.

A ideia da carta surgiu durante o evento “Mulher e a Arte, expressão da nova realidade”, realizado pelo CAT Sorriso e parceiros para a celebração do dia internacional da mulher em 2015. Na oportunidade estiveram reunidas 120 participantes com o objetivo de resgatar a identidade da mulher para que esta veja a si mesma como merecedora de reconhecimento e valorização, incorporando em sua vida, no seu dia a dia e em seus negócios valores e práticas que visem a igualdade de direitos e o empoderamento feminino, transformando suas vidas e com isso tornando o planeta sustentável.

No documento as 120 mulheres se comprometem a atuar como disseminadoras de práticas que promovam o desenvolvimento sustentável do município bem como acompanhar e participar da implementação das políticas públicas voltadas para esta questão.

Nas reuniões elas identificaram a urgente necessidade de atuação em três pontos: elaboração de políticas públicas que tenham como meta o empoderamento da mulher no município de Sorriso – MT; a preocupação com relação a gestão dos resíduos sólidos bem como a falta de campanhas de conscientização da comunidade em geral sobre os problemas ocasionados pelo lixo; e a importância dos cidadãos cobrarem e fiscalizarem o poder público, no sentido de dar continuidade de projetos de qualquer natureza que estejam alcançando sucesso em seu desenvolvimento, independente da mudança de governo e de interesses meramente partidários.

Muito mais do que apontar falhas, o objetivo é participar efetivamente na construção de soluções para estas questões e colaborar com a elaboração de projetos a serem implantados na comunidade com temas voltados para o empoderamento da mulher e para a gestão de resíduos sólidos do município, protegendo o planeta e tornando-o sustentável para as futuras gerações.

Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: